41 3068-8271 | 41 3068-8286 [email protected]

Conheça Floripa, neste post sugerimos um roteiro para conhecer um pedacinho da Capital de Santa Catarina. Ilha maravilhosa cheia de pontos turísticos e com o melhor IDH entre as capitais brasileiras faz de Florianópolis a nossa 1ª indicação para visitar a bordo de sua caranga.

Rota – Curitiba – Florianópolis

Distancia – 300 KM

Pedágio – Sim

Tempo estimado – 4 horas

Logo na chegada você passa por um dos pontos turísticos da cidade, a bela ponte Hercilio Luz, é a maior ponte pênsil do Brasil, construída praticamente toda em aço, e inaugurada em 1926.

Dia 1

Floripa tem muitas praias, mas nosso roteiro inicia seguindo para o lado norte da ilha, mais precisamente no Distrito de Santo Antônio de Lisboa, região colonizada por imigrantes açorianos por volta do século XVII, hoje conta com construções da época, um mar maravilhoso, artesanato local (inclusive sábados e domingos tem a Feira das Alfaias) e uma infraestrutura de bares e restaurantes muito aconchegante. Se você sair cedo de Curitiba pode aproveitar para almoçar de frente para o mar, vista incrível, vale a pena! http://www.stoantoniodelisboa.com.br/

Seguindo a volta pela ilha, você pode seguir para as praias, para quem busca algo mais badalado segue direto para Jurerê Internacional que reúne beach lounges que lhes dão um ar glamoroso, com música eletrônica, são perfeitas para curtir o fim de tarde à beira-mar.  Para quem prefere algo menos badalado, uma boa opção é a praia de Canasvieiras, com mar calmo e  quente e não muito distante, há uma ilha particular, a Ilha do Francês  à qual é possível ir de caiaque ou em lanchas alugadas.

Para finalizar o dia você pode jantar na região, o restaurante recomendado da vez é o Boka’s (Rua Leonel Pereira 330, Florianópolis,-SC), muito bom,  preço honesto e porções  reforçadas.

Dia 2

Iniciamos nosso segundo dia seguindo para Costa da Lagoa, um lugar impressionante, você pode ir de barco, a partir do centrinho
ou para quem gosta de caminhar e contemplar a natureza, há uma trilha de mais ou menos 6 km. Lá você pode almoçar recarregar as baterias após a caminhada e retornar pela trilha.

Após o almoço você pode partir para conhecer as praias Mole e Joaquina, onde tem  pontos de surf e badalação garantida ou optar por conhecer  o centro Histórico passando pela Praça 15 de Novembro, onde a cidade foi fundada e tem uma impressionante figueira centenária, com galhos que se estendem pela praça.

De volta à caminhada, entre na Catedral Metropolitana, erguida em 1773, no ponto mais alto da Vila de Nossa Senhora de Desterro, como Florianópolis foi batizada.

A poucos passos dali fica a Casa da Alfândega, de 1876. O prédio abriga barracas que vendem o típico artesanato local, com peças de cerâmica, barro e palha.  Vale a pena conhecer o Museu Victor Meirelles, instalado na simpática casa onde viveu o pintor catarinense. O acervo reúne pinturas, aquarelas e desenhos, como a famosa tela “Degolação de São João Batista”, de 1855.

Para finalizar, já saindo da ilha, você pode visitar o Forte de Santana do Estreito, que foi construído em 1761, lá você pode conhecer o museu de armas ou simplesmente apreciar o por do sol junto com a vista da Ponte Hercílio Luz, um belo jeito de terminar essa viagem.

Agora é só retornar para Curitiba!!!

Boa Viagem!